PESQUISE NA WEB

domingo, 30 de janeiro de 2011

Basenji - 05



Basenji - 04




Basenji - 03




Basenji - 02




Basenji - 01





O Basenji é uma das poucas raças desenvolvidas na África; existem registros de cães semelhantes a esta raça em antigas tumbas egípcias, e foi levado à Europa em 1934, para ser usado como cão de companhia.

É um cão de porte médio, entre 40 e 42 cm. Pesa cerca de 9,5 a 11 kg. Tem pêlo curto e sedoso, geralmente arruivado com manchas brancas.

Alegre e afetuoso, demonstra grande paciência com as crianças. É muito limpo e é o único cão que não late, embora emita alguns sons semelhantes a uivos em falsete.

O Basenji é uma das mais antigas raças de cães. Na África, foi usado como guia nas florestas, sendo capaz de assinalar animais ferozes, bem como de caçar presas menores. Sempre alerta, o Basenji é um cão de conformação ligeira, com a graça de uma gazela. A orelhas são pontiagudas e eretas implantadas no alto da cabeça. Finas e profundas rugas faciais surgem quando põe as orelhas em alerta. O corpo é equilibrado e o rabo de inserção alta segue enrolado sobre a garupa. A pelagem é curta e lisa. Sua altura varia entre 40 e 43 cm e seu peso entre 9 e 11 kg. As cores podem ser, vermelhos, preto e fogo e preto, todos eles com manchas brancas. No Zaire, seu país de origem, também existe Basenjis tigrados. História: A idéia de que o Basenji descende dos Spitz pode ser justificada considerando as semelhanças físicas entre eles, tais como, o rabo enrolado e as orelhas eretas. No entanto é mais provável que o Basenji descenda de cães párias da África Central até tornar-se um caçador muito eficaz por seus instintos naturais. O Basenji descoberto pelos exploradores ocidentais em fins do século XIX foram chamados “Terriers do Congo”, “Cães dos bosques africanos” e “Cães dos bosques de Lagos”. Os exploradores faziam referência a impossibilidade desses cães latirem. Os Basenjis emitem um som suave e baixo, como um grunhido, peculiaridade exclusiva dessa raça, apesar de outros cães africanos emitirem um som semelhante. No Congo eram usados para caçar guiando sua presa até as redes. Acredita-se que foram usados também para caçar ratos, daí talvez seu nome “Terrier do Congo”. Caráter: É um bom candidato para cão de companhia. Sua pelagem curta necessita de poucos cuidados. Ele costuma limpar-se como fazem os gatos. São cães com estilo, inteligentes e de aspecto chamativo. Tendem a ser brigões com outros cães, mas são absolutamente confiáveis e afetuosos com as pessoas.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Basenji

sábado, 29 de janeiro de 2011

Barbet - 02




Barbet - 01





O Barbet é uma raça de cão, é de porte médio, e é conhecido como cão de água francês. É classificado como cão de parar continental tipo spaniel, em meados da década de 80.

A raça stands 58–65 cm (20.5-25.5 polegadas) para os machos de altura, 52 a 61 para o sexo feminino, com uma tolerância de 1 cm + / - e pesa 17 a 28 kg (35-60 libras). Muitos criadores estão tentando manter sua morfologia 'original', mantendo a altura na extremidade inferior da escala. O Barbet é um cão de água prototípicas , com um casaco comprido, peludo e encaracolado.

As cores aceites da raça são sólidas preto, marrom, dourado, cinza, fulvo pálido, branco ou mais ou menos pied. Todos os tons de vermelho-fulvo e fulvo pálido são permitidas. A sombra deve, preferencialmente, ser a mesma que a cor do corpo. Cinza e branco são extremamente raras, mistura de cores (exceto em branco) são considerados como uma falha. As cores mais comuns são preto ou marrom com manchas brancas. Os números de natalidade no mundo inteiro para 2007 são 176. Todos os nascidos eram pretos ou marrons com algumas manchas brancas no peito, queixo e nas pernas.

A personalidade do Barbet é descrita como sociável, alegre, pateta, obediente e inteligente. Eles são rápidos para aprender e precisam de treinamento de obediência. Eles são uma grande com as crianças, famílias e idosos.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Barbet

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Azul da Gasconha - 01





O Grande Azul da Gasconha (Grand Bleu de Gascogne) é uma raça pertencente ao grupo de sabujo farejadores de porte grande. É proveniente da província de Gasconha na costa sudoeste da França.

O peso não é determinado, mas a altura deve estar entre 63 e 70 cm. Cabeça forte e alongada, com pele formando duas rugas nas bochechas. Os lábios são pendentes, crânio abobadado, olhos castanho-escuros com expressão triste e doce. Orelhas muito longas, finas e onduladas. Duas manchas pretas cobrem as orelhas e circulam os olhos. Cauda deve ser grossa, portada alta, comprida e mantida em foice. A pelagem é de manchas negras sobre fundo branco, este por sua vez pode ser mosqueado de negro.

Doce, afetuoso e audacioso. Adequado para o convívio com crianças.
Pode ser usado na caça ao lobo e na procura a caças menores, como lebres. É um excelente rastreador, dotado de um faro excepcional. Seu latido pode ser modulado, de forma a indicar a grandes distâncias o deslocamento da caça.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Grande_Azul_da_Gasconha

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Azawakh - 02




Azawakh - 01





Particularmente pernalta e elegante, o lébrel azawakh confere a impressão geral extremamente refinada. Sua ossatura e musculatura são reveladas através da fina e magra pele. Esse lébrel se apresenta como um cão raçudo cujo contorno do tronco está inserido num retângulo com o lado maior na vertical.

A raça nativa pesa de 15 a 25 quilos; sua altura é de 60 a 74 centímetros. O pelo é muito curto e quase ausente na barriga. A sua estrutura óssea aparece claramente através da pele e da musculatura. Seus músculos são bem planos, ao contrário do Galgo Inglês, e nesta característica ele se aproxima do Saluki.

As cores permitidas pelo padrão de raça FCI são: fulva com manchinhas limitadas às extremidades. Todas as nuanças são admitidas, da zibelina clara à fulva escura. A cabeça pode ou não ter uma máscara preta e uma linha é muito inconstante. A pelagem tem uma mancha branca no peito e um pincel branco na ponta da cauda. Cada uma das quatro patas tem que ter compulsoriamente uma "meia" branca, no mínimo, em sombra de traço nas patas. O tigrado em preto é aceito.

Incomum para uma raça grande, os azawakhs não têm conhecidas predisposições para doenças genéticas (como a displasia da anca).

Os azawakhs precisam ser bem socializados desde a mais tenra idade e devem ser colocados frente a novas situações.

Eles são uma combinação de um corredor de grande arranque (embora nem sempre tão rápidos como um Greyhound) com um de longa distância (como o Saluki). Portanto, eles precisam de um nível bem elevado de exercícios regulares e deveriam executar corridas em grandes áreas fechadas para atingir o seu vigor físico.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Azawakh

sábado, 22 de janeiro de 2011

Australian Terrier - 03




Australian Terrier - 02




Australian Terrier - 01





Australian Terrier é a primeira raça oriunda da Austrália a ser reconhecida por outros países. Embora conhecida em sua terra natal desde 1899, foi reconhecida pela Inglaterra apenas em 1936. Usados nas fazendas australianas desde o século XIX, são hoje vistos em todas as nações anglófonas.

Descendente dos cruzamentos entre várias raças britânicas, assemelha-se aos cairn terriers, yorkshire terriers e skye terriers. Considerado um eficiente cão de guarda, enfrenta até mesmo cobras. Seu adestramento, classificado como difícil, é eficaz quando aplicado desde filhote, para torna-lo um bom companheiro. Fisicamente é robusto, tem o corpo longo se comparado a sua altura, pode atingir os 6 kg e tem duas variações de cores na pelagem:azul e castanho e areia.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Terrier_australiano