PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador EUA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador EUA. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Cidade dos EUA tem food truck especializado em comida de cachorro




Um casal americano abriu um food truck com comida para cachorros, que estaciona em parques caninos da região de Seattle. A Seattle Barkery (um trocadilho em inglês com "bakery" (padaria) e "bark" (latido)) abriu há dez meses, e também funciona nos estacionamentos de prédios comerciais, em feiras agrícolas e eventos privados. A dona, Dawn Ford, disse acreditar que existe um mercado para coisas assim, que combinam atividades humanas e caninas. Seu food truck também serve comida para gatos e para... pessoas. Os pratos mais comuns são pé-de-galinha frito, pescoço de pato, cupcakes com bacon (os pupcakes), minidonuts de queijo, pretzels de abóbora e cookies de banana e manteiga de amendoim. Dawn já trabalhava em um bar "dog-friendly", depois virou uma andadora de cachorros e começou a cozinhar comidas caninas por conta própria antes de ter a ideia de abrir o food truck. Ela diz que todos os petiscos que serve são leves e adequados para os bichinhos e acredita que é importante oferecer comida caseira, e não industrializada, também para os pets. "O que damos para nossos animais reflete sua saúde", diz. "As vidas deles são curtas. Se podemos alimentá-los com comida de qualidade, por que não fazer isso?"

sábado, 12 de dezembro de 2015

Primeiros cães de proveta do mundo nascem nos EUA




Nasceram, nos Estados Unidos, os primeiros filhotes de cachorro concebidos em laboratório por fertilização in vitro. Os primeiros "cães de proveta" do mundo são uma mistura de beagle, labrador e cocker spaniel e fazem parte de uma pesquisa da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Cornell. Nascidos em 10 de julho, todos já foram adotados, exceto uma fêmea que foi mantida no laboratório para ter sua própria cria. O pesquisador Alexander Travis, um dos autores da pesquisa e diretor do Instituto Baker para Saúde Animal da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Cornell, em Ithaca, Nova York, adotou dois filhotes: Red e Green. A fertilização in vitro, processo em que se fertiliza um óvulo com esperma fora do corpo, é amplamente usado para reprodução humana hoje em dia. O primeiro nascimento de um "bebê de proveta" ocorreu em 1978. Mas os esforços para realizar fertilização in vitro em cachorros tinham falhado até agora, de acordo com o pesquisador Pierre Comizzoli, do Instituto Smithsonian de Biologia de Conservação em Front Royal, na Virginia. Ele trabalha em conjunto com a Universidade Cornell. "A biologia do cachorro é realmente muito diferente da dos humanos", disse Comizzoli. A gravidez dos cães dura apenas dois meses e as fêmeas entram no cio apenas uma ou duas vezes por ano e liberam óvulos imaturos, em vez dos maduros, necessários para a fertilização in vitro. Um artigo descrevendo a ninhada como "os primeiros nascimentos bem-sucedidos de fertilização in vitro de cães" foi publicado nesta terça-feira (8) na revista "PLOS ONE". Segundo os pesquisadores, a fertilização in vitro para cães pode ser usada para preservar espécies em perigo e também selecionar embriões para evitar futuros problemas de saúde relacionados às raças.