PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador Basenji. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Basenji. Mostrar todas as postagens

domingo, 30 de janeiro de 2011

Basenji - 05



Basenji - 04




Basenji - 03




Basenji - 02




Basenji - 01





O Basenji é uma das poucas raças desenvolvidas na África; existem registros de cães semelhantes a esta raça em antigas tumbas egípcias, e foi levado à Europa em 1934, para ser usado como cão de companhia.

É um cão de porte médio, entre 40 e 42 cm. Pesa cerca de 9,5 a 11 kg. Tem pêlo curto e sedoso, geralmente arruivado com manchas brancas.

Alegre e afetuoso, demonstra grande paciência com as crianças. É muito limpo e é o único cão que não late, embora emita alguns sons semelhantes a uivos em falsete.

O Basenji é uma das mais antigas raças de cães. Na África, foi usado como guia nas florestas, sendo capaz de assinalar animais ferozes, bem como de caçar presas menores. Sempre alerta, o Basenji é um cão de conformação ligeira, com a graça de uma gazela. A orelhas são pontiagudas e eretas implantadas no alto da cabeça. Finas e profundas rugas faciais surgem quando põe as orelhas em alerta. O corpo é equilibrado e o rabo de inserção alta segue enrolado sobre a garupa. A pelagem é curta e lisa. Sua altura varia entre 40 e 43 cm e seu peso entre 9 e 11 kg. As cores podem ser, vermelhos, preto e fogo e preto, todos eles com manchas brancas. No Zaire, seu país de origem, também existe Basenjis tigrados. História: A idéia de que o Basenji descende dos Spitz pode ser justificada considerando as semelhanças físicas entre eles, tais como, o rabo enrolado e as orelhas eretas. No entanto é mais provável que o Basenji descenda de cães párias da África Central até tornar-se um caçador muito eficaz por seus instintos naturais. O Basenji descoberto pelos exploradores ocidentais em fins do século XIX foram chamados “Terriers do Congo”, “Cães dos bosques africanos” e “Cães dos bosques de Lagos”. Os exploradores faziam referência a impossibilidade desses cães latirem. Os Basenjis emitem um som suave e baixo, como um grunhido, peculiaridade exclusiva dessa raça, apesar de outros cães africanos emitirem um som semelhante. No Congo eram usados para caçar guiando sua presa até as redes. Acredita-se que foram usados também para caçar ratos, daí talvez seu nome “Terrier do Congo”. Caráter: É um bom candidato para cão de companhia. Sua pelagem curta necessita de poucos cuidados. Ele costuma limpar-se como fazem os gatos. São cães com estilo, inteligentes e de aspecto chamativo. Tendem a ser brigões com outros cães, mas são absolutamente confiáveis e afetuosos com as pessoas.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Basenji