PESQUISE NA WEB

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Galgo Italiano - 03




Galgo Italiano - 02





Galgo Italiano - 01





Ágil, inteligente e muito afetuoso, por vezes reservado, esse cão de raça é frequentemente tido como um animal frágil, o que não corresponde à realidade, já que é um esportista ideal para a corrida. Muito fiel, vivo e alegre com o dono, é distante com estranhos. Ele deve ser adestrado com suavidade e firmeza, quando, então, se mostra mais dócil. É um companheiro meigo e agradável, calmo em casa, que procura o conforto. Na cidade, é preciso levá-lo para passear, para que não fique muito medroso. O Pequeno Galgo Italiano tem peito estreito e profundo, dorso reto e bem perfilado e membros elegantes e musculosos, em perfeita harmonia com o corpo. A pele é fina. A pelagem, de pelo curto e fino, pode ser preta, cinza, cinza-ardósia ou amarela em todas as nuances possíveis. Uma leve presença de branco no peito e nas patas é tolerada. O Pequeno Galgo Italiano adora uma brincadeira no parque! Ele vai adorar ser levado a fazer uma boa caminhada ou até mesmo um jogo divertido dentro de casa. Odeia o frio e por isso não pode dormir fora de casa. Cuidado com a pelagem é mínimo, consistindo apenas uma escovação para remover o pelo morto. NOTA: Nessa raça, é importante que haja escovação nos dentes regularmente. Expectativa de vida: 12 a 15 anos. Descendente dos Galgos de pequeno tamanho do Egito antigo, esse Galgo miniatura, elegante e gracioso, sempre foi o favorito dos grandes da Antiguidade (Cleópatra, Frederico, o Grande, Ana da Áustria, Francisco I e outros). Muito apreciado pelas patrícias da Roma antiga, o que lhe valeu o nome de Pequeno Lébreu Italiano, ele foi cantado pelo poeta francês Lamartine.

domingo, 7 de dezembro de 2014

5 atitudes de tutores que deixam os cães estressados


1) Esquecer que o cachorro é um cachorro – Pode parecer uma frase esquisita, mas muitas pessoas esquecem que os cachorros sempre vão ter atitudes caninas, como latir, farejar e roer objetos. Além disso, seus pelos sempre vão cair pela casa. O cão não vai saber que você prefere que ele deve roer o brinquedo ao invés do seu sapato, se não for treinado. Se você ficar apenas brigando e punindo o cão toda vez que ele aprontar, isso vai deixar todos estressados. E é importante lembrar que mesmo com treinamento, alguns cachorros demoram mais tempo para aprender a se comportar. 

2) Falta de treinamento - Sem treinamento, o cachorro nunca vai saber que é errado ficar pulando em cima das pessoas ou correndo loucamente ao redor dos móveis. Punir um cão por algo que ele nem sabia que era errado, vai deixa-lo estressado e confuso. 

3) Esperar que o cachorro vai obedecer apenas para te agradar - Mesmo treinadores profissionais usam petiscos para adestrar os cachorros. Porque os cães aprendem que se fizerem a coisa certa vão ter uma recompensa. 

4) Treinamento inconsistente – Quando você está ensinando seu cachorro o que é certo e errado, é importante ter coerência e não mudar de atitude toda hora. Por exemplo: se você não quer que ele suba no sofá, isso nunca deve ser permitido. Se você permitir uma vez ou outra, ele nunca vai entender que isso é errado e vai ficar confuso quando levar uma bronca. 

5) Falta de atividade física – Não importa o tamanho, raça ou idade, todos os cachorros precisam de atividade física. Se ficarem apenas dentro de casa, sem espaço para correr ou brincar, os cachorros ficam entediados. Como consequência, eles podem ter atitudes destrutivas. Além disso, assim como os humanos, praticar exercícios deixa os cães com mais saúde. 
Fonte: http://portaldodog.com.br/cachorros/listas/5-coisas-que-deixam-os-caes-estressados/

Cão mostra 'penteado bizarro' em Belarus



Um cão apareceu com um "penteado" bizarro em uma exposição canina em Minsk, capital de Belarus, neste sábado (6). O flagrante foi feito pelo fotógrafo Sergei Gapon.